Diário do Nordeste

Doc Juventude Presente

Gostou?

Juventude, presente! Esse é um grito que ecoa em memória das vidas abreviadas pela violência urbana. No Ceará, o jovem, negro e morador da periferia é o alvo preferencial da bala. Os números assustam. Em 2017, 981 meninos e meninas de 10 a 19 anos foram assassinados no Estado. De janeiro a 18 de março deste ano, somaram 203 mortos. Todos os dias, pelo menos duas vidas findam precocemente. Essa contagem diária de ausentes representa violência letal e simbólica. A juventude morre pelo tiro, pela a

Editora Verdes Mares Ltda.

Praça da Imprensa Chanceler Edson Queiroz. Bairro: Dionísio Torres

Fone: (85) 3266.9999